A justiça social na globalização: Redistribuição, reconhecimento e participação

Nancy Fraser

Partindo da hipótese de que a globalização está a gerar uma nova gramática de
reivindicação política, no seio da qual é patente o risco de substituição de um economicismo
truncado por um culturalismo igualmente truncado, defende-se uma
abordagem do problema da justiça social de uma perspectiva bifocal, sensível tanto
à questão da distribuição justa como à do reconhecimento recíproco, como dimensões
mutuamente irredutíveis.

Published 10 February 2003
Original in Portuguese

Contributed by Revista Critica de Ciências Sociais © Revista Critica de Ciências Sociais Eurozine

PDF/PRINT

Newsletter

Subscribe to know what’s worth thinking about.

Discussion